GIRO NA REDE 12 – INFORMATIVO SEMANAL DA SME CARIOCA

  • Início
  • GIRO NA REDE 12 – INFORMATIVO SEMANAL DA SME CARIOCA
Publicado em 19/10/2023 - 11:25  |  Atualizado em 13/11/2023 - 15:26

 

Palestra com o autor e educador Gabriel Chalita Crédito: Phillipe Marchon

Professores da Educação Infantil prestigiam espetáculo e palestra, em Petrópolis

Representantes de cada uma das 925 unidades que ofertam Educação Infantil na rede municipal foram até Petrópolis para assistir ao musical “Nelson Gonçalves – O amor e o tempo”, no teatro do histórico Palácio Quitandinha. Em seguida, assistiram à palestra com o autor e educador Gabriel Chalita, sobre a importância da afetividade na sala de aula.

O evento, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o SESC Rio, faz parte da programação da Semana do Professor Carioca, que oferece atrações culturais gratuitas para professores da rede.  Os profissionais da Primeira Infância foram escolhidos em comemoração aos 20 anos de transição das creches públicas da secretaria municipal de desenvolvimento social para SME.

“Ao longo dessa trajetória, ganhamos todos: as unidades escolares, profissionais, famílias, e principalmente, nossas mais de 140 mil crianças atendidas. Levá-los a Petrópolis para assistirem ao musical e à palestra, foi um momento de celebração da alegria de ser educador da rede municipal do Rio de Janeiro”, afirmou o secretário Renan Ferreirinha.

 

Inauguração do GET Olavo Monteiro de Carvalho. Crédito: Patrícia Gomes.

SME inaugura novo Ginásio Educacional Tecnológico em Guaratiba

Lançamento do GET amplia o projeto com salas de aula tecnológicas e conceito inovador, que chegará a 200 unidades até 2024

Uma nova unidade da escola mais inovadora do país chegou a Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na terça-feira, dia 17, o prefeito Eduardo Paes, o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, a secretária municipal de Infraestrutura, Jessick Trairi, e o presidente da Rio-Urbe, Armando Queiroga, entregaram o Ginásio Educacional Tecnológico (GET) Olavo Monteiro de Carvalho, na Estrada do Magarça, em Guaratiba. A inauguração representa um investimento na qualificação da educação alinhada com as vocações tecnológicas e as demandas da sociedade.

“Estamos espalhando os GETs pelo Rio, dessa vez voltando à nossa Zona Oeste, entregando a mais cariocas o modelo de escola pública mais inovador do país”, comemorou o secretário Renan Ferreirinha. “Estamos formando cidadãos para uma nova sociedade, que está em permanente transformação, preparando nossos alunos para se adaptarem aos novos tempos, com conhecimento e oportunidades através de uma educação mão na massa”, completou.

O GET Olavo Monteiro de Carvalho é uma escola do Fundamental I, do 1° ao 5° ano, com capacidade para atender 860 alunos. Essa é a décima unidade de ensino construída desde a retomada do programa Fábrica de Escolas, da Empresa Municipal de Urbanização (Rio-Urbe), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. A escola é formada por 24 salas de aula, colaboratório, sala de leitura, sanitários, quadra poliesportiva, auditório, área administrativa, área de alimentação, entre outros espaços. Climatizados, os ambientes pedagógicos foram erguidos com materiais térmicos e acústicos. Esse ano a escola terá oito turmas, com 280 alunos. Para 2024, a escola funcionará com capacidade máxima.

A previsão é de que, até 2024, a cidade ganhe 23 novas unidades escolares, sendo 18 oriundas do programa Fábrica de Escolas, quatro escolas olímpicas e uma Arena que está sendo transformada em Ginásio Educacional Olímpico. A Rio-Urbe está construindo as unidades com os materiais da desmontagem da Arena do Futuro, que recebeu as competições de handebol e goalball nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, além da Arena 3, que vai virar o GEO Isabel Salgado.

Ginásios Educacionais Tecnológicos

Para potencializar o desenvolvimento de novas competências e habilidades, os GETs oferecem aos alunos a possibilidade de realizar projetos de forma interdisciplinar para além do livro didático. As escolas contam com laboratórios maker. Tudo para que o aluno consiga desenvolver projetos próprios e aprender colocando a mão na massa, ao mesmo tempo que impacta o entorno escolar. É a escola municipal contribuindo diretamente para a sociedade.

Temos 70 GETs na rede, atendendo a mais de 30 mil alunos, de todas as idades e de todas as regiões da cidade, para promover uma educação pública de qualidade e integrada ao mundo contemporâneo. Até o final de 2024 serão 200 GETs.

O Ginásio Educacional Tecnológico está em consonância com iniciativas de outras partes do mundo e são espaços colaborativos, nos quais a “cultura maker”, mais conhecida no Brasil como “mão na massa”, dá o tom. No GET, o estudante é quem está em foco.

Olavo Monteiro de Carvalho

Olavo Egydio Monteiro de Carvalho, grande empresário carioca, era formado em engenharia mecânica pela Technische Universität München, em Munique, na Alemanha. Dirigiu o grupo Monteiro Aranha S.A. entre 1978 e 1996. Mais tarde, o executivo passou a presidir o conselho de administração. O grupo tem participações em empresas como Owens-Illinois, Klabin e Ultra. Em 1997, Olavo fundou o Instituto Marquês de Salamanca (IMDS), em prol da educação de crianças e jovens no Rio de Janeiro. Ele ainda criou o Fórum do Rio com o intuito de formalizar micro e pequenos empreendedores. O executivo foi eleito ainda, duas vezes, presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Crédito: Alan Costa

SME promove Festa Literária e Cultural do Acadêmicos do Salgueiro

Depois de Mangueira e Portela, SME faz parceria para feira com a escola vermelho e branco, entitulada “Histórias sem Fim”, com dois dias de muitas oficinas, contações de histórias, rodas de conversa e, claro, samba no pé!

Uma parceria literária-musical da Secretaria Municipal de Educação do Rio com o Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro promoveu a “Histórias sem Fim”, a Festa Literária e Cultural do Salgueiro. A vermelha e branca, conhecida pela inovação e apresentações marcantes durante o Carnaval, realizou a primeira edição de sua festa literária nos próximos dias 20 e 21 de outubro, sexta e sábado, na quadra da escola, no Andaraí, Zona Norte do Rio.

O evento recebeu mais de dois mil alunos da rede municipal, que aproveitaram a programação variada, que incluiu oficinas de instrumentos indígenas, máscaras africanas recicláveis, música popular antirracista, escrita criativa, capoeira e uma apresentação cênica do Pequeno Príncipe Preto. Além disso, houve um debate sobre o combate à violência doméstica. O Livres Para Estudar, projeto de distribuição gratuita de absorventes nas escolas públicas municipais, também marcou presença no evento que teve, ainda, um espaço dedicado aos GETs, Ginásios Educacionais Tecnológicos.

“A parceria samba e educação é a fusão entre a maior tradição popular da cidade e a maior rede de ensino da América Latina. O Salgueiro abre suas portas para estimular o amor pela leitura, valorizar a educação e promover o acesso à cultura”, afirma o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

A abertura contou com a participação mais que especial da bateria dos jovens da Aprendizes do Salgueiro.

“Nós agradecemos à Secretaria Municipal de Educação por essa parceria que proporciona essa oportunidade de acesso à cultura e informação às crianças da nossa Comunidade, do Morro do Salgueiro e, como escola de samba, nos colocamos à disposição para outros eventos que agreguem, dessa forma, à formação das nossas crianças”, destacou André Vaz, presidente do Salgueiro.

A SME já promoveu festas literárias com escolas como a Mangueira e a Portela e também com grandes redutos do samba, como o Renascença.

A Festa Literária e Cultural do Salgueiro ganhou como tema “Histórias sem fim”, e une um dos enredos mais famosos da escola, de 2010, de autoria do genial Fernando Magarça, com o samba enredo de 2024, que falará dos povos originários, homenageando os Yanomami. Por isso mesmo, a festa fez uma homenagem à temática indígena.

ABL recebe estudantes da rede municipal

A Academia Brasileira de Letras (ABL) é uma instituição cultural inaugurada em 1897. A sede fica no centro do Rio de Janeiro, no Petit Trianon do Brasil, um palacete doado pelo governo da França para sediar a ABL. A instituição contempla escritores de diferentes gêneros literários, com a missão de estimular manifestações culturais em diversos aspectos. Durante o mês de outubro, estudantes do 8º ano da nossa rede têm a oportunidade de conhecer a Academia Brasileira de Letras. A iniciativa acontece através de uma parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Academia. Durante a visita, os estudantes são recebidos por um membro imortal, personalidade escolhida com base em sua produção literária e em sua contribuição para a cultura brasileira. A proposta da parceria é aproximar os alunos da ABL, fazendo com que eles se sintam pertencentes ao universo literário.

EDIÇÕES ANTERIORES


 


 


 

<  voltar

A Secretaria Municipal de Educação (SME) é o órgão da Prefeitura do Rio de Janeiro responsável por elaborar a política educacional do município do Rio de Janeiro, coordenar a sua implantação e avaliar os resultados, com o objetivo de assegurar a excelência na Educação Infantil e no Ensino Fundamental Público.

  • ENDEREÇO DO ÓRGÃO:
    Rua Afonso Cavalcanti, 455 – 3º andar – Sala 301
    Cidade Nova – Rio de Janeiro/RJ
    CEP: 20.211-110

    HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA OUVIDORIA:
    De segunda a sexta das 9h30 às 17h (dias úteis)

    DÚVIDAS, SERVIÇOS, INFORMAÇÕES OU DENÚNCIAS:
    ligue 1746 ou (21) 3460-1746, quando estiver em uma Cidade com o código de área diferente do 21.

    PORTAL:
    www.1746.rio

  • TELEFONES:
    (21) 2976-2478 | 2976-2481 | 2976-2427 | 2976-2479

    ATENDIMENTO À IMPRENSA
    Tels: 2976-2485 | 2976-2498
    assessoriasme@rioeduca.net

     

Pular para o conteúdo